Automação industrial, entenda tudo à respeito deste assunto!

Artigo realizado em parceria com a Acoplast Brasil.

Com as revoluções industriais e os avanços tecnológicos, as indústrias tiveram que se adaptar aos novos mercados

A automação nasce a partir do surgimento dessas tecnologias, criando processos industriais altamente conectados à rede, robótica e wi-fi.

Mas você sabe o que é automação industrial? Não? Não se preocupe!

Neste artigo você entenderá tudo sobre este assunto e falaremos, também, sobre as indústrias 4.0 e como as novas tecnologias (internet das coisas e big data) mudaram os rumos de todo o mercado industrial.

Animados?!

O que é automação industrial?

A automação industrial é a aplicação de algum tipo de tecnologia em algum processo dentro de uma operação industrial. Portanto, ela pode ser feita a partir de softwares ou hardwares e sua aplicação é feita com o objetivo de melhorar o desempenho produtivo da companhia.

Assim, o seu principal objetivo é justamente aumentar a autonomia das fábricas, reduzindo falhas e custos relacionados à mão de obra humana.

Alguns benefícios da automatização para a sua indústria, são:

  • Aumentar a produtividade da empresa;
  • Reduzir mão de obra e custos;
  • Simplificar diferentes processos que ocorrem na indústria;
  • Melhorar confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos e máquinas industriais.

Viu? A automação é isso! É a automação de processos, máquinas e operações dentro de uma empresa, sempre com o propósito de melhorar o desempenho destas atividades.

Como a automação surge nas indústrias?

Ela se tornou extremamente popular em ambientes industriais, pois com os avanços tecnológicos e o surgimento da internet, de sistemas ciber-físicos, wi-fi, internet das coisas, armazenamento por nuvem e robótica, ela se tornou altamente acessível aos mais variados tipos de processos industriais.

Hoje em dia as indústrias que utilizam as tecnologias citadas acima são chamadas de indústrias 4.0

Mas, o que é indústria 4.0?

São companhias que implementam tecnologias com o objetivo de automatizar algum processo em sua operação.

Pessoas que trabalham nesse tipo de indústria utilizam sistemas ciber-físicos com o objetivo de controlar e gerenciar toda a sua operação de forma mais assertiva, melhorando o desempenho das máquinas e gerando embasamento para uma melhor tomada de decisão.

Big Data e Internet das Coisas

Dentre todas as tecnologias citadas ao longo do artigo, as que merecem maior destaque são essas duas.

A big data refere-se a um grande volume de dados, podendo estes serem utilizáveis ou não. Com a big data a sua análise de dados é feita de forma mais precisa. Assim é possível obter insights valiosos que levam a melhores tomadas de decisões.

De outro lado e não menos importante, a internet das coisas é um sistema que facilita o “diálogo” entre os seres humanos e as máquinas, fazendo com que este diálogo seja feito em tempo real.

Portanto é possível obter informações sobre o estado dos equipamentos e ter uma visão sistêmica (do todo) da sua operação.

Com a união de sistemas cibernéticos e físicos nestes equipamentos, é a engrenagem que sustentará a indústria do futuro.

A importância das redes de comunicação industriais

Devido a complexidade dos processos industriais, se tornou fundamental utilizar sistemas que garantem maior velocidade e segurança na troca de dados.

É imprescindível ter uma rede de comunicação industrial conectada a uma central de controle, para que assim todo problema que possa ocorrer em seus equipamentos, seja comunicado na central.

A partir disso você consegue maior gerenciamento e monitoramento de ativos, analisando qual é a sua disponibilidade e confiabilidade.

Por que devo monitorar os meus ativos?

O monitoramento de ativos é o controle de toda a sua operação. Ele é feito a partir de sensores e controladores que podem ser colocados em:

Dúvidas relacionadas a redutores e motores? Leia nosso artigo: redutor ou motoredutor? Entenda qual você deve escolher!

Assim é possível colher informações sobre o funcionamento de cada equipamento, avaliando se há algum tipo de problema ou se eles estão em pleno funcionamento.

Com a utilização do monitoramento de ativos em sua indústria, você consegue:

  • Reduzir custos em sua produção e manutenção, visto que qualquer problema será notificado em uma central;
  • Otimizar sua produção industrial;
  • Garantir maior segurança aos funcionários;
  • Dentre outros benefícios.

Para maiores informações sobre este serviço de monitoramento, acesse nosso artigo: “O que é monitoramento de ativos?”

Conclusão

Viu como a automação industrial pode trazer diversas vantagens e competitividade para sua companhia?

Lembre-se que quanto mais cedo você implementar o monitoramento de ativos e as tecnologias presentes nas indústrias 4.0, mais cedo você conseguirá se destacar em relação à sua concorrência.

 

Espero tê-lo ajudado e até a próxima.

 

Artigo desenvolvido pela Acoplast Brasil, empresa referência na fabricação e distribuição de acoplamentos, motoredutores e redutores de velocidade.

Quer saber mais sobre automação? Clique aqui.