5 razões para sua empresa adotar um plano de manutenção, agora mesmo!

A manutenção é hoje um processo fundamental nas atividades do meio industrial, uma vez que as máquinas trabalham durante horas sem parar e, consequentemente, sofrem muito desgastes e danos devido a repetição das operações.
O que muitos não sabem é que o modo como a manutenção é realizada pode interferir diretamente na organização e na linha de produção da sua indústria, influenciando assim a produtividade e a qualidade final de seus produtos.
É de extrema importância que os gestores da manutenção tenham a consciência de que, seja qual for o tipo de procedimento adotado e o planejamento e controle do mesmo, o objetivo final deve sempre ser a maximização funcional dos equipamentos.
A manutenção pode ser dividida em três categorias, são elas:

Preditiva: Neste caso é feito um acompanhamento periódico das máquinas através de ferramentas efetivas que fornecem suas condições mecânicas reais, a fim de prever o momento exato de falha das mesmas e interferir antes que ela venha a ocorrer.

Preventiva: É feita de modo a evitar que possíveis falhas venham a acontecer, através de intervenções programadas, baseadas na construção de um histórico da vida operacional da máquina, que visa estipular o tempo médio de ocorrência.

Corretiva: É aquela que atua na correção de problemas que surgem com a utilização do equipamento, de forma a recuperar seu funcionamento através da troca de componentes que tenham sofrido danos irreparáveis.

Entenda como as medidas de manutenção podem ser vantajosas:

1. Otimização do tempo:

Um dos maiores problemas que envolvem a quebra de um equipamento é o tempo no qual este fica parado, seja pela dificuldade de identificar o motivo exato que causou a situação, seja pelo tempo necessário do processo de reparação do erro, ou seja, o tempo de reposição de peças e componentes e o tempo de execução da correção. Dessa forma, evitar esses eventuais transtornos diminuiria tempo perdido tanto de produção quanto dos trabalhadores.

2. Redução de custos:

Com um plano de manutenção eficiente os gastos com os pequenos reparos são menores do que os gastos com manutenção corretiva, uma vez que esta tem uma certa urgência e envolve processos mais complexos. Assim, o processo torna-se mais previsível, visto que é possível evitar problemas inesperados.

3. Aumento da vida útil do maquinário:

A recorrência de falhas nas máquinas pode vir a ocasionar a diminuição da vida útil das mesmas, pois uma sucessão de erros pode comprometer a máquina, de modo que se torne irreversível.

4. Melhoria do ambiente de trabalho:

A garantia de que as máquinas estarão funcionando conforme o planejado cria um ambiente mais amistoso entre funcionários e patrões, já que mantendo um ritmo constante e sem grandes imprevistos na linha de produção é possível diminuir espaços para tensões e conflitos internos.

5. Produtividade:

Com a adoção de um plano de manutenção é possível ter a garantia de que as máquinas estarão funcionando conforme as especificações do fabricante, garantindo a qualidade do produto final esperada pelos clientes e satisfação em relação ao investimento feito na máquina. Além disso, com essas devidas condições de bom funcionamento, haverá uma padronização na produção, diminuindo desperdícios com possíveis lotes defeituosos.