Você sabe como funciona o motor de um avião?

Muitas vezes quando falamos de motores usados na locomoção pensamos logo em carros, mas você já parou para pensar como é o funcionamento dos motores que propulsionam os aviões?

Tudo começa com a admissão do ar, que é feita através dos grandes ventiladores, ou fans, visíveis na dianteira do motor. O tamanho destes está diretamente ligado à eficiência de propulsão do motor.
Após a admissão, grande parte da quantidade de ar admitido é desviado diretamente para a parte traseira do motor, já fornecendo a maior parte da força de propulsão. O ar restante passa pelos compressores, onde fica mais comprimido e chega a ser reduzido a 20% do seu volume original. Depois disso vai para a câmara de combustão, onde é misturado ao combustível e a mistura é queimada. Os gases saem da câmara de combustão a altíssimas temperaturas e passam pelas turbinas, que transformam a energia dos gases quentes em energia mecânica necessária para movimentar o compressor e o fan, garantindo a sustentabilidade de funcionamento do motor. Os gases saindo das turbinas ainda possuem energia cinética suficiente para aumentar ainda mais a força de propulsão. Esses motores são altamente eficientes, sobretudo quando estão voando a grandes altitudes, por exemplo, a 11km de altitude. Podem voar por mais de 10 horas de voo, o que permite que o avião atravesse continentes.